terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Jet Queen mostra


Superioridade na milha

O destaque da programação do último domino no Hipódromo da Gávea foi a Prova Especial João Vieira, em 1.600 metros, grama, destinada a éguas de 3 anos e mais idade. Confirmando o favoritismo do público, Jet Queen mostrou superioridade sobre as adversárias e venceu com firmeza, contando com direção precisa de Dalto Duarte. Mantida na quarta colocação após um início de prova acidentado, quando Hegemonia derrubou Marcello Cardoso e abriu algumas competidoras, a corredora entrou na reta final dominando Pacific Girl, que liderava e manteve a ponta com tranquilidade até o disco. Nos metros finais, Glorfindell passou para o segundo posto, dominando House of Art. A ganhadora, de 4 anos, por Mensageiro Aldo e Lady Tell You, criação e propriedade do Haras Santa Ana do Rio Grande, foi apresentada por Roberto Solanés e assinalou o tempo de 94s24. Esta foi sua quarta vitória, a terceira do calendário clássico.

Crônica de um amor recíproco

Ela ia se chamar Bündchen do Truc, mas o nome não passou no Stud Book. No entanto, como Bárbara, desfilou com classe e categoria nas passarelas do Hipódromo da Gávea. Meu amigo Sérgio do Livramento conheceu a alazã ainda bem “criança” no Haras Truc e se encantou com aquela filha de Red Runner. Só falava na potranquinha. Pois bem, ela cresceu e virou gente grande. E como diz o ditado popular: “gente da melhor qualidade”. Contando com a maestria de Darci Minetto, que a recebeu ainda por domar, a alazã de porte apenas regular, sem impressionar muito, virou uma verdadeira máquina de corrida. No último sábado, mais uma vez mostrando sua classe, venceu a Prova Especial Joiosa, com 60 quilos no dorso e teve a campanha encerrada. Sérgio emocionado, não resistiu e foi às lágrimas, quando entrevistado por André Cunha. À noite, no telefone comigo, disse: “Marco, ela me deu tudo que podia e eu não tenho o direito de pedir mais”, novamente se emocionando. Bárbara do Truc deixa as pistas com nove vitórias e vai para o Haras Santarém ser coberta por Tiger Heart. Parabéns Sérgio, são pessoas como você, que mostram a verdadeira paixão pelo turfe, que vai muito além de um guichê de apostas. Os esportes têm aficionados, mas o turfe reúne verdadeiros heróis apaixonados como você e isso não tem preço.

Frases que merecem ser lidas

Neste espaço matungo-cultural, mais uma frase que merece destaque:

“As pessoas são, em geral, tão felizes quanto decidem ser.” (Abraham Lincoln)

Rapidinhas
* Embora tenha obtido apenas três vitórias no último conjunto de programas, Dalto Duarte continua disparado na primeira colocação da estatística com 151 primeiros lugares contra 107 de Henderson Fernandes. Em terceiro aparece Carlos Lavor (95), seguido de Vagner Borges (88) e Marcello Cardoso (86).

* Entre os treinadores, não houve mudança e Venâncio Nahid com 96 vitórias, mantém quatro de vantagem sobre Dulcino Guignoni (92). O terceiro colocado é Christiano Oliveira com 84, seguido de Júlio Cezar Sampaio (78) e Francisco Pereira Filho (62).

* Os destaques da semana entre os aprendizes foram Jeferson Teles da Silva e Fausto Henrique que venceram muitas provas e deram ótimas direções.

* Bom, acabou a moleza que, na verdade não foi tão moleza assim uma vez que tenho outras atividades profissionais, até mesmo fora do turfe. No sábado volto a narrar corridas no Hipódromo da Gávea. Afinal, não dá pra ficar longe de uma atividade onde convivo por mais de 40 anos. Vamos em frente.

* O turfe perdeu na última semana um profissional dedicado, perfeccionista em tudo que fez. E fez muito bem. Marcos Carvalho começou como cavalariço, foi aprendiz, piloto do punga e depois treinador. Iniciou o campeão Sandpit quando trabalhou para o Haras São José da Serra. Foi para São Paulo treinar para o Haras Equilia, vencendo provas importantes e depois voltou ao Rio, para o Haras Anderson. Estudioso e sempre demonstrando amor aos animais, era contra algumas surras sem sentido dadas por alguns jóqueis. Sua performance  como starter, ao lado de Euclides Freire, o Chininha, mudou completamente o trabalho de alinhamento na Gávea. Com certeza, Malaio vai fazer muita falta. Que descanse em paz.

O DESTAQUE DO MATUNGÃO

Mudando um pouco de assunto, vou usar este espaço para falar de música. Há algum tempo atrás, Dudu Falcão e Jorge Vercillo tiveram a ideia de realizar sobre um programa reunindo compositores. Um sarau para um bom bate papo e canções. E foi assim que nasceu Compositores Unidos, cuja primeira temporada já é sucesso. O programa, de meia hora, exibido pela primeira vez aos sábados, 21h30m, no Canal Brasil, depois é reexibido duas vezes, “pegou”. No primeiro, esteve presente Roberto Menescal e nos seguinte, craques como Altay Veloso, Leny Andrade, Cláudio Cartier, Paulo Feital, Flávio Venturini e Fátima Guedes. No próximo sábado começa a segunda temporada e Dudu e Jorge recebem Leila Pinheiro, João Bosco e Oswaldo Montenegro, entre outros. Pra quem gosta de musica e de histórias ligadas à MPB, o programa é um prato cheio. Garanto que vicia, no melhor e mais musical sentido.

O MATUNGÃO E A SEMANA

Foram organizados os programas para o fim de semana e serão realizados nove páreos na sexta-feira, 11 no sábado, 11 no domingo e nove na segunda-feira. Na tarde de sábado a nova geração aparece em destaque com a realização dos Clássicos Luiz Alves de Almeida e José Calmon, ambos em 1.300 metros, grama. No primeiro, para potrancas, seis inscritas e o esperado “pega” entre Amazing Speed e Beauty Harlan, que não aconteceu na última em razão da primeira ter disparado no alinhamento. No páreo dos potros, retorno de Bal A Bali, que deu um show na estreia, ganhando em tempo espetacular. O destaque de domingo será o GP Presidente Arthur das Costa e Silva, em 2.000 metros, grama, reunindo nove competidores de boa categoria, entre os quais Sending Kisses e Econash...Chega! 
As fotos que constam do blog são de autoria de Gerson Martins e colhidas na internet.

Um comentário:

Iguacuano disse...

Não posso deixar passar batido e dizer que o exemplo demonstrado com a emoção do Sr. Sérgio do Livramento ao falar da égua Barbara do Truc, foi na minha opinião o destaque da semana. São relatos como esse e do cavalariço que comentastes em outro dia do carinho com seu animal, que demonstram, e ai concordo com você, que o turfe é muito mais que casa de aposta, mas de heróis apaixonados. Parabéns aos responsáveis pelos exemplos e a você por destacar esses fatos.